4 Previsões para o Marketing Digital em 2018

4 Previsões para o Marketing Digital em 2018

Para onde foi 2017?

Você acredita que já estamos falando sobre 2018?

Eu acho que nunca é muito cedo para planejar com antecedência, especialmente no marketing, aliás tenho total certeza. Como já abordei em outros tópicos como: marketing influenciador, atribuição e publicidade orientada a dados permanecem na vanguarda dos corações e mentes dos anunciantes.

Com base nas tendências atuais e na atividade da indústria, tenho algumas previsões, mas não sou mãe Dinah, sobre o que o marketing digital pode esperar em 2018.

1. Audiências

A busca para alcançar públicos específicos e precisos em sua linha de marca é agora um elemento básico da estratégia de qualquer marketing experiente. Ainda assim, a ênfase na segmentação da audiência dará início a um ponto em 2018. O marketing digital entenderá cada vez mais que uma abordagem de “tamanho único” não fará mal algum, pelo contrário, será o acerto da vez. Eles precisarão ir ainda mais longe para atender às expectativas dos clientes e criarem uma maior personalização e fazer o mapa de campanhas publicitárias às necessidades do público.

O marketing precisa combinar suas ferramentas usadas habitualmente, como listas de remarketing e lookalikes com estratégias que identificam as regras perfeitas para o público atual e desejado, o próximo ano é uma grande promessa. Com foco na segmentação de público mais refinada, o marketing poderá identificar mais facilmente as pessoas interessadas em seus produtos, definir as regras de licitação corretas e criar a experiência certa para milhões de pessoas.

2. Pesquisa paga e unificadas e campanhas sociais

Como temos visto em nosso guia, o Google e o Facebook representaram 99% do crescimento da receita da publicidade digital nos EUA apenas, e no Brasil o número já é cada vez mais crescente. O marketing está cada vez mais integrado para esses canais, assim como eles estão perseguindo tecnologias que lhes permitem explorar a busca e o ouro do social. Em 2018, você ouvirá muito sobre:

  1. Alcançando uma visão única do desempenho em canal cruzado;
  2. Conduzindo vendas de varejo incrementais no Facebook usando sinais de intenção de pesquisa;
  3. Refinando o Google e o Facebook para redirecionar;
  4. Otimização de feed de produtos e informações interurbanas;

Com a otimização de feed de produtos, os melhores profissionais de marketing se concentrarão em mais do que apenas lances e orçamentos — eles ampliarão sua estratégia para incluir campanhas de sucesso do Google Shopping. Este será o caso em geral, seja um teste A / B para encontrar o melhor título do produto, determinar os melhores agrupamentos de produtos ou determinar a competitividade de preços. Cada vez mais, essas ideias alimentarão campanhas mais dinâmicas e eficazes no Facebook.

3. Anúncios dinâmicos

Falando em campanhas dinâmicas no Facebook …

Os anúncios dinâmicos já estão bem estabelecidos para indústrias como viagens e varejo — em 2018, outras verticais, sem dúvida, obterão o benefício de anúncios baseados em feed com criativos criados dinamicamente, impulsionados pela intenção do usuário. Na verdade, prevemos que os anúncios dinâmicos se tornarão a norma para o marketing digital direcionado.

Não só o marketing se concentrará em superar a busca e a divisão social — combinando sinais de intenção de busca com propaganda social dinâmica — eles também engajarão os dois canais para permitir uma micro-segmentação contínua e uma criação de segmentos de audiência significativos.

Isso resultará em uma experiência ainda mais suave para o cliente, mais conversões e retornos incrementais, e maiores visualizações de público em tempo real. Agora, esse é um resultado dinâmico!

4. Medição além da atribuição do último clique

Sabemos que até 90% das vendas ainda acontecem na loja. No próximo ano, o marketing irá aumentar a barra na conexão de pontos de contato digitais com vendas off-line e usando insights na loja para informar suas campanhas de marketing. A questão de atribuição do ano será: como minhas campanhas publicitárias digitais afetam conversões off-line, vendas na loja e ou viagens repetidas?

Nós do marketing queremos cada vez mais entender o caminho completo para uma conversão certeira. Felizmente, os dados de conversão pós-impressão e pós-clique tornarão isso um pouco mais precisos. Além disso, algumas práticas provavelmente se tornarão a norma de medição.

Então viva a mudança de mais coisas …

Se houver uma coisa que não mudará em 2018, é a lista de objetivos principais para os profissionais de marketing: ganhar mais clientes, obter maiores receitas e aumentar o ROI. Juntamente com isso, acrescentaríamos o mantra, “mediremos, administraremos, otimizaremos”. Aqui, estou EU ansioso para ver o que os desenvolvimentos interessantes e os novos desafios que traz 2018, e como os profissionais de marketing continuam a marcar sua marca no espaço publicitário digital.

E você acredita neste potencial, acha isto certo para sua estratégia, visão e marca?

Será e é uma honra discutir isto tudo com você ;0)

Growth Hacker — PR Digital — SEO — Marketing

Growth-se ;0)

Este trabalho só é possível, pois você existe ;0) #growthhacker