Agência de Marketing para o segmento de luxo

Diante a todo avanço tecnológico que o mundo vivencia atualmente, as micros, pequenas e médias empresas, passaram a se adequar às novas práticas de divulgação e vendas dos seus serviços de forma online. Devido a isso, as estratégias de marketing digital se tornaram uma peça fundamental neste novo processo de comercialização.

O mercado de luxo é um dos grandes exemplos de empresas que utilizam agências e profissionais que realizam este tipo de serviço. Isso porque, marketing no segmento de luxo, reúne uma série de estratégias e táticas usadas para agregar valores requintados à experiência de compra, criar diferenciais competitivos para as marcas e passar uma imagem única aos clientes. É um marketing que não falará de preços, conveniência, comparações ou de qualquer outro valor mais popular.

Além disso, esse método de vendas e divulgação, garante resultados positivos através de um  conjunto de estratégias que são direcionadas para a promoção de uma marca ou negocio no meio digital, sempre com o objetivo de promover os produtos e as empresas que o contratam. Com isso, as marcas podem fazer uso de diferentes canais digitais e métodos que permitem a análise dos resultados de forma instantânea.

“As pessoas têm menos tempo para investir em conhecer sua marca e, em um mundo pós-pandemia onde tudo se tornou virtual, os consumidores estão ansiosos para completar toda a jornada do cliente online. (Isso é especialmente verdade no espaço B2B.) Assim, todos os seus canais de marca, seja sua conta do Twitter ou seu site, devem ser otimizados para dizer às pessoas o que elas precisam saber e o que elas querem saber sobre sua marca, e claro, de maneira rápida e precisa” disse Neto Angel, CEO na Agência de Growth Hacker, Neto Angel.

Vale ressaltar, que de acordo com o levantamento realizado pela empresa de inteligência de mercado The NPD Group, nos últimos quatro anos o mercado de alto luxo conquistou mais relevância no mercado. Isso porque, no ano de 2019 o segmento era responsável por movimentar R$ 10 milhões em vendas e nos mesmos meses de 2022, representa quase R$ 30 milhões.

“As primeiras preocupações de que uma presença online de alguma forma diluiria a exclusividade de produtos e serviços de luxo se mostraram infundadas. Alguns argumentam que o oposto pode, de fato, ser verdade. Se uma das funções de possuir produtos de luxo é exibir status para os outros, pode-se argumentar que os proprietários de produtos de luxo agora têm uma percepção de status mais elevada do que nunca”, completou o CEO da Neto Angel.

Ainda segundo o levantamento da NPD, a categoria de alto luxo tem apresentado performance acima da média de fragrâncias nos últimos quatro anos. Impulsionada, portanto, não só pelas marcas já presentes no Brasil, mas também pela entrada de novas marcas no país, que duplicaram seu número desde 2019.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.