A situação atual da economia está bem documentada e abundam as teorias sobre como chegamos aqui. Meu objetivo com este artigo não é fazer eco de nenhuma dessas informações.

Em vez disso, este artigo é um ramo das conversas que nossa agência tem tido recentemente sobre como oferecer conselhos sólidos de marketing e growth hacker para nossos clientes durante esse período de incerteza.

O trabalho de marketing aumentou a importância à medida que a economia se torna menos estável. Seus clientes precisam saber como sua empresa está sendo impactada por essa situação, que afetará diretamente seus negócios ou vidas, dependendo se você atende a outras empresas ou consumidores.

A situação

Como mencionei no início, a comunicação é crítica, especialmente em tempos de caos e estresse. Seus clientes e até possíveis clientes querem ouvir você.

No entanto, é importante reconhecer que as pessoas com quem você se comunicará estão em um lugar muito diferente, emocionalmente, do que na última vez em que você se comunicou com elas. Mesmo que sua comunicação mais recente tenha ocorrido há apenas duas semanas, o que eles querem ouvir de você agora é diferente do que eles queriam ouvir de você no passado.

Isso significa que os tópicos de suas comunicações precisam mudar do que você normalmente envia.

CORAÇÃO

É uma corda muito difícil que os profissionais de marketing são obrigados a andar agora. A tensão que enfrentamos é entre manter nossos negócios solventes e respeitar profundamente as ameaças à vida e aos meios de subsistência que são nossa realidade atual.

A Harvard Business Review publicou um artigo sobre uma estrutura de comunicação para empresas de todos os tamanhos, que o ajudará a garantir que seus relacionamentos comerciais superem esse vírus.

As siglas da estrutura são CORAÇÃO e representam a melhor maneira de se comunicar durante uma crise como a que estamos ou qualquer tipo de crise.

Até onde você deve ir?

Embora a situação de todos seja única, existem algumas táticas que todas as empresas podem aplicar para superar esses tempos incertos.

Não entre em pânico

A tendência natural em tempos de incerteza é circular os vagões. Elimine todas as despesas e reduza a sobrecarga possível. O pânico nunca é uma resposta saudável ao caos.

Não há dúvida de que a responsabilidade fiscal é necessária, mas tenha cuidado com o quanto você apara.

Objetivamente, considere quando sairmos dessa situação atual (e sairemos dela) com que rapidez você conseguirá levar sua empresa de volta à velocidade?

Você eliminou muitos membros da sua equipe? Você reduziu demais suas várias categorias de despesas?

A Grande Mudança

As interações das pessoas com a tecnologia, como elas obtêm suas informações e como elas se envolvem com as empresas serão muito diferentes a partir deste ponto.

A adaptação de qualquer nova tecnologia segue sempre a mesma curva de sino. Existem quatro segmentos na curva do sino; adotantes iniciais, maioria precoce, maioria tardia, seguidos pelos retardatários.  Seus clientes agora conhecerão as possibilidades que o mundo on-line pode oferecer e nunca mais voltarão aos seus costumes antigos.

Como exemplo, o comércio eletrônico representou cerca de 15% de todas as transações de varejo, com projeções mostrando que o comércio eletrônico aumentará para 30% até 2025. Considere qual a porcentagem de comércio eletrônico de vendas no varejo após 1-3 meses de comércio eletrônico. sendo o comércio a principal fonte de consumidores, obtendo o que precisam!

Agora, você não pode comprar esse conceito no total, mas não seria prudente estar preparado para esse novo nível de expectativa?

Growth Hacker e Marketing por você ;0) #growthhacker

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.