fbpx
São Paulo, SP Rua Santa Isabel 72
11-984595896
neto@netoangel.com

Em 2018 as estratégias eficazes de comunicação

Consultoria e Especialista em Growth Hacking. Com soluções e Big Growth em resultados para Startups, PME e Empresas.

Em 2018 as estratégias eficazes de comunicação

Growth-se ;0)

Em 2018, estratégias eficazes de comunicação não são do tamanho único, elas são infinitas.

Um homem que inclina-se sobre a mesa, com uma aparência descolada e que trabalha em seu portátil não tem mais o limite para fazer o seu trabalho.

Hoje em dia temos o Facebook Live, IGTV, Twitter chats, grupos do LinkedIn… todos esses são bons e legítimos meios de alcançar certos públicos – talvez até mesmo o seu público-alvo. Especialmente se você tiver um produto de consumo voltado para um millennial.

Mas, e se o seu público é um nicho de mercado? E se seus clientes em potencial não forem da geração do millennial, e se eles não estiverem nas mídias sociais regularmente e não tiverem ideia do que é IGTV?

Com a sobrecarga de informação desenfreada hoje, encontrar maneiras criativas de se comunicar com as pessoas onde elas estão faz sentido. Celebridades e políticos são elogiados por nos deixar entrar em suas vidas pessoais através das mídias sociais. Essa é a maneira deles de se venderem. Para as empresas, ter uma estratégia nova, não convencional e diversificada de marketing de conteúdo (focada principalmente em alcançar os Millennials) é fundamental.

Para a empresa B2B com um nicho de mercado se perguntando – essas mesmas táticas são adequadas para nós? A hospedagem de um Q & A no Twitter nos levará ao próximo nível? A resposta simples é não. Seu CEO não é o Brad Pitt, e as pessoas com maior probabilidade de comprar seu produto ou serviço provavelmente não estão participando do Twitter. Isso não quer dizer que você não deva manter uma presença ativa nas mídias sociais – é simplesmente dizer que você deve andar antes de concorrer – e verifique se você tem os sapatos adequados e um roteiro antes de começar.

Mais ferramentas, não equivalem a ferramentas melhores ;0)

A grande notícia é que temos mais ferramentas para empresas e executivos compartilharem suas histórias. A má notícia é que temos mais ferramentas para os executivos compartilharem suas histórias.

Em minha experiência de trabalho com empresas B2B de todos os tamanhos, sei que executivos ocupados querem resultados e, se alguém diz a eles que o bate-papo no Twitter é o local, eles podem acreditar – porque não? Isso é o que as celebridades fazem, certo? Aqui está a coisa: o que funciona para uma pessoa, uma empresa ou uma organização não é necessariamente o que é certo para você.

De fato, em um nicho de negócios, eu diria que essas ferramentas não são onde você deveria contar sua história ou compartilhar sua mensagem, pelo menos inicialmente. Primeira coisa, determine qual é a sua história – decida o que a diferencia da concorrência.

Às vezes, a ideia de todas as ferramentas chamativas tira o foco real – construindo relacionamentos com as pessoas certas.

Uma história convincente para o seu negócio pode não precisar ser gritada no telhado, mas sim compartilhada em sua sala de estar durante um coquetel íntimo com suas melhores perspectivas de vendas.

Muitas vezes, nós encontramos pessoas que pensam em “chegar lá” que precisam estar em todas as novas plataformas, então eles contratam uma agência para configurá-los e seis meses depois, essas mesmas plataformas ficam vazias – sem conteúdo ou conversa. É muito trabalhoso criar seguidores leais em muitas plataformas – e é uma exigência antes mesmo de tentar obter resultados de “nível de celebridade”.

O que sua empresa deve fazer

As alternativas são:

Vá onde estão seus prospectos (Relações com a imprensa e faça bem seu papel de relações públicas)
Comece uma estratégia que os leve até você (inbound marketing)
Ou você pode fazer as duas coisas.

Se você vende peças de maquinário para a indústria automotiva ou presta um serviço de consultoria muito especializado para proprietários de empresas de manufatura, é provável que seus clientes em potencial leiam publicações do setor e jornais semanais voltados para os negócios. Eles podem estar lendo on-line. Mas é isso que eles estão fazendo mesmo. Ou eles podem até participar de discussões em grupo no LinkedIn. É altamente improvável que eles estejam gastando uma parte do dia seguindo as hashtags no Twitter.

Concentre seus esforços de relações públicas na construção de relacionamentos com repórteres e editores que escrevem sobre o que você faz ou o setor para o qual você vende. Vá nos eventos de rede. Não exagere, apenas ouça e seja útil. Você quer que os influenciadores saibam que você está lá, mas não porque você entrou gritando o nome da sua empresa para todos na sala.

Transforme seus esforços de marketing do avesso. Em vez de divulgar suas mensagens para todos, crie um conteúdo atraente e uma razão para as pessoas certas encontrarem você. Em nossa indústria, isso é chamado de Inbound Marketing.

Ao considerar a melhor estratégia de relações públicas e marketing para o seu negócio, confie em seu instinto – e não o que um executivo de agência de publicidade focado no consumidor diz que é o mais recente e melhor. Às vezes, manter as coisas simples é melhor. Lembre-se, você não pode errar se for aonde estão seus clientes em potencial (a chave são seus clientes potenciais, não onde estão as massas) ou se você cria uma estratégia sólida que traga leads para você usando o inbound marketing ou pare já antes que seja tarde demais.

Este trabalho só é possível, pois você existe ;0) #growthhacker

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Network Integration by Acurax Social Media Branding Company
Visit Us On FacebookVisit Us On TwitterVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram