Considere alguns dos pares mais famosos do mundo: Mickey e Minnie. Bert e Ernie. Calvin e Hobbes. Romeu e Julieta. Jack e Rose (Eu nunca vou deixar você ir!). Branding e … Marketing?

Sim, assim como com os pares mundialmente famosos listados anteriormente, branding e marketing não podem existir e não devem existir um sem o outro. Simplesmente não pode funcionar também um sem o outro.

Se você se concentrou estritamente em um ou outro – ou talvez você trabalhe com uma empresa de marca e uma empresa de marketing -, é hora de considerar o dano que você está fazendo para ambos, não combinando-os e concentrando-se neles juntos.

Talvez você precise entender por que esses dois conceitos estão ligados tão fortemente. Talvez depois de considerar o quanto eles realmente precisam um do outro, você nunca irá mantê-los separados novamente.

Branding sem Marketing
Qual é a sua marca, de verdade? Muitos profissionais de marketing consideram a marca como uma coisa nebulosa que eles realmente não dão muita atenção ou preocupação. Sua marca é a identidade da sua empresa. É assim que seus compradores e o mundo em geral percebem sua empresa, certo?

O que você acha quando pensam na Amazon? Qual é a marca deles? Conveniência, com certeza. Tecnologia de ponta, absolutamente. Pensamento futurista? Sim, eles também cobrirão isso.

Por que você acha essas coisas sobre a Amazon? Como você sabe o que eles podem oferecer para o cliente? Onde você começou a desenvolver um conceito de sua marca?

Bem, sem marketing, você provavelmente nem ouviria falar deles. De alguma forma, para educar o público comprador sobre o que sua empresa faz, seus esforços só sobre marca são em vão.

Marketing sem Marca
Agora, imagine um mundo onde os profissionais de marketing educaram o público comprador sobre os produtos e serviços da Amazon sem levar em consideração a marca como um todo. Qual seria a percepção de uma empresa que tem seus dedos em tantas vertentes diferentes?

Confusão, muito provável. Uma empresa que publica livros, deixa seus mantimentos, oferece aos varejistas um mercado e escuta em sua casa para fornecer informações meteorológicas ou tocar suas músicas favoritas? Bem, sem algum tipo de força orientadora para reunir esses serviços e produtos e explicar o porquê disso, a Amazon pode parecer ser uma empresa que não possui suas coisas juntas.

O marketing sem branding simplesmente cria um problema de imagem, e essas questões podem piorar ao longo do tempo sem atenção à sua voz e mensagens.

Estes dois precisam trabalhar juntos, lado a lado, em todos os momentos, a fim de manter a percepção pública ao mesmo tempo em que educam seus compradores em seus produtos e serviços. Se você está tentando fazer isso acontecer com duas agências separadas, você pode encontrar uma desconexão que lhe traz mais dores de cabeça do que vendas mais elevadas. Ou pior, se seu marketing e seu time acham que só se deve trabalhar o marketing, aí, só Jesus na causa ;0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.